domingo, 16 de Novembro de 2008

Aspectos positivos e negativos do e-learning

Aspectos positivos e negativos do e-learning

O principal objectivo do ensino à distância é proporcionar aos alunos a construção de saberes, utilizando como ferramenta principal o ensino on-line.
A metodologia do ensino a distância deve ser centrada no aluno, deve ser desenvolvida em pequenos grupos tutoriais, os conteúdos devem ser trabalhados de forma objectiva, o processo deve ser activo, cooperativo e integrado, deve estimular a discussão, a capacidade de aprender a aprender, o trabalho em equipa ( Educaweb.com ).
O conceito de EAD pode ser definido como um conjunto de metodologias e tecnologias que têm como objectivo a promoção do ensino e de aprendizagem através da utilização da Internet como dispositivo de mediação entre os intervenientes e de acesso a recursos. ( Richardson, 2000).
Em geral fala-se em três grandes variáveis que afectam o resultado final da aprendizagem, ou seja, o resultado final. O êxito do e-learning depende muito da qualidade dos conteúdos leccionados, tutoria a tempo inteiro, suporte tecnológico. De todas estas variáveis depende o êxito de uma acção de formação on-line.
O e-learning permite ao aluno uma flexibilidade de gestão do seu horário, è o formando que determina o seu ritmo, outra vantagem é a disponibilidade de acesso ilimitado a informação que pretende pesquisar, ao mesmo tempo proporciona ao aluno diferentes recursos de multimédia, áudio, vídeo, animações, gráficos, textos, o que torna o ensino e a aprendizagem mais interactiva e dinâmica. Permite ao aluno as mesmas oportunidades de aprendizagem, independentemente da sua periferia, face aos tecno pólos dos grandes centros de investigação, permite a maximização do processo ensino-aprendizagem pela minimização dos investimentos em infra-estruturas, que seriam insustentáveis em regiões mais periféricas e menos desenvolvidas.
“ Encontramo-nos, actualmente, perante uma mudança de paradigma do processo de transmissão de conhecimento, em que o professor deixa de ter um papel de fonte de conhecimento, para passar a ser um mediador de conhecimento. (painho,2001).
Outra das vantagens do e-learning é permitir que os alunos deixem de ser apenas destinatários passivos para passarem a ser participantes activos no processo aprendizagem. Por outro lado o fornecimento de informação deixa de utilizar os tradicionais suportes de papel, para utilizar conteúdos em formato digital, de maior interactividade e até mesmo sincronicidade. Por sua vez o professor deixa de ser o transmissor do saber e passa a ser um estimulador e parceiro do estudante na descoberta do conhecimento. Deve por isso orientar a discussão de modo a abordar os objectivos, previamente definidos, para que estes sejam mais facilmente apreendidos pelos alunos, deve também estimular o aluno para que este aprofunde o tema em discussão. Em suma o tutor deve estimular os alunos a atingirem os objectivos a que se propuseram a atingir, ou seja, que aprendam a identificar e a “dissecar” um problema, envolvê-los numa dinâmica de grupo. A ausência desta orientação torna-se numa desvantagem que põem em causa o e-learning.
Assim as tradicionais salas de aula são substituídas por comunidades virtuais, uma vez conectado à Internet, o aluno estuda sem sair de casa, interagindo com os professores por chat, e-mail e fóruns de discussão, onde se assiste a discussão das diversas matérias que constituem as diversas disciplinas em curso.
O ensino online permite que o aluno aprenda a um ritmo próprio, que aprofunda os conteúdos de acordo com as necessidades dos mesmos, associando a teoria a múltiplas actividades praticadas. Simplifica o acesso à formação para os cidadãos com necessidades especiais, desenvolve novas competências e formas de trabalhar fundamentais para conduzir de forma autónoma a pesquisa na internet, favorece novos modelos de gestão da formação e dos recursos humanos, contribui para articular a formação, por um lado, com a avaliação de desempenho dos funcionários e das organizações, por outro lado, com a avaliação das necessidades de formação.
Neste capítulo proponho algumas reflexões sobre as práticas do e-learning, através de uma pesquisa de opinião realizada aos alunos da Faculdade Veiga de Almeida.
Num universo de 210 questionários respondidos, chegámos a algumas conclusões, baseadas na nossa interpretação.
Relativamente a tutoria os aspectos positivos apontados pelos alunos foram que esta é excelente e muito flexível; o professor é comunicativo e ajuda bastante. O tutor está sempre em dia com as correcções das avaliações e actividade praticadas. Os monitores são atenciosos e procuram sempre resolver as dúvidas dos alunos. O suporte utilizado pelos monitores é considerado bom. Os monitores respondem sempre com rapidez.
Relativamente a administração do tempo, as vantagens apontadas pelos alunos são a possibilidade de estudar uma disciplina se obrigação de um horário fixo na faculdade; “ Fazendo a disciplina on line tive mais tempo para estudar as outras matérias e pude ler e fazer os exercícios com mais tranquilidade.” “ A disciplina on line permite escolher a hora de estudar sem a pressão que um horário fixo causa em pessoas como a maioria de nós, que estuda à noite e trabalha durante o dia.”
Outra das vantagens apontadas pelos alunos refere-se a autonomia e flexibilidade para estudar online, ou seja, poder fazer tudo pela intenet, economizar tempo e dinheiro, pois não é preciso ir à faculdade para assistir as aulas.
O design gráfico a opinião dos alunos é de que “ Os textos são simples de entender e com muitas imagens para simplificar a leitura”. “ A forma como a disciplina é apresentada, com bons conceitos e argumentos dos assuntos abordados, e as belas fotos e animações, fazem-nos ficar “presos” à tela”.
No que se refere aos conteúdos, os alunos consideram que os programas são bem elaborados, destacando o dinamismo proposto pelas tarefas, avaliações e as recomendações de leitura. O conteúdo programático é muito rico, produtivo e incentivador, contribuindo para melhorar os índices de auto confiança.
Segundo os alunos o material para impressão “ ajuda muito pois pode ler-se quantas vezes se quiser”, quanto às actividades praticadas a opinião é de que “ a quantidade de actividades propostas é grande, isto só vem enriquecer o conteúdo da disciplina e a facilidade de entendimento dos temas propostos, assim como as mesmas fazem com que os alunos pensem e reflitam e estudem”.
Na interacção online, os alunos reconhecem a “ possibilidade de se conhecer colegas de outros cursos e de outras cidades”.
Por último no que se refere a participação em disciplinas online os alunos desta faculdade tecem os seguintes comentários “ acredito que o aluno faça a Universidade! Adoro estudar! As disciplinas online deixam-me livre. Estudo todos os dias à hora que posso” (…) “ uma nova experiência que valeu muito a pena e que vou repetir no próximo semestre” (…) “ adorei a oportunidade de aprender de forma diferente: dinâmica independente” (…) “ penso que seria maravilhoso se as Universidades oferecessem mais matérias online, porque elas facilitam a nossa vida”.
Nesta pesquisa de opinião, segundo a avaliação dos alunos, vários são os aspectos que devem ser melhorados e que passo a referir, dificuldades de alguns alunos em aceder a internet; redução do tempo de resposta de alguns tutores para esclarecer dúvidas e corrigir as avaliações online; falta de tempo de alguns alunos para realizar as tarefas solicitadas pelas disciplinas online; falta de disciplina e organizações pessoais de alguns alunos para estudar de maneira autónoma e independente.
Ao longo deste trabalho foram destacados mais aspectos positivos do que negativos do e-learning, no entanto parece-me pertinente referir quatro aspectos que podem por em causa o e-learnig: resistências mentais à nova metedologia de aprendizagem, literacia tecnológica precária, acesso à Internet dispendioso, cursos que nem sempre vão de encontro aos interesses/expectativas dos formandos.
No e-learning tudo tem de estar bem estruturado sendo imprescindível estabelecer prazos para que o mesmo tenha êxito. Para que tal seja verificado, é fundamental, que a tutoria dê uma resposta efectiva às necessidades dos formandos ao nível da motivação, levantamento de problemas, discussão, autonomia e na dinâmica de grupo.

Sem comentários: